Sobre Rosas e Borboletas
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
LINKS
 
 
Escadaria da Lapa
Escadaria da Lapa
  Escadaria da Lapa
  É mais do que isso...

É uma estrela sozinha.
Acompanhada de ninguém.

É o preto no branco
É o azul no amarelo.
É o verde no céu.
É o vermelho nos olhos.

É a fumaça que sobe
Desorientada por ser leve
É o sorriso sutil
Do novo e adorável apartamento

É uma formiga no caderno
Que sobe o braço e
Cai... cai... e cai....
Rola escadaria abaixo

É uma igreja diante de azulejos
Reluzindo a luz do poste
Dando vida a arte morta
Que ressuscitam o sonho do poeta

É mais do que isso...

É tanto que o poeta vivo
Não sabe descrever o quanto
É mais que o poeta escrito
Sem palavras e sem tinta

É o cão que sobe
É cheira o poeta
É a mão sutil que beija o cão
É o som das patas em seu Odeon

É mais do que isso...

É o que desce
E deixa o poeta
É o pé bonito que chuta o cão
É o som do nada que ainda se ouve

É mais do que isso...

É o sorriso de sua amizade
Que me traz a paz que preciso
Em uma aura de anjo
Que só você tem

Sabe do que mais? (...)

Posso aqui sentado neste lugar
Comparar
A sua mística força
À escadaria da Lapa

Igualar, equiparar.
A energia deste lugar
Pois se ainda não sabe
Você é o que há de bom

Na lapa.